Deutsch English Español Francais Italiano Português
SOLVENTES DE ALTA TECNOLOGIA PARA DISSOLUÇÃO DE COMPÓSITOS

 

Solventes de segurança para a limpeza de resinas de poliéster, epóxis, poliuretanos e compósitos. substitui NMP, NEP, acetona, cloreto de metileno. Que solvente de segurança escolher? Para a dissolução de compósitos, matrizes de poliésteres, UPR, híbridos, epóxis, poliuretanos Ibiotec formulador e fabricante de solventes técnicos. solvente de resina, solvente composto, solvente de poliéster, agente de limpeza de resina, agente de limpeza de poliéster, agente de limpeza de compósitos. Solventes novos. Solvente novo. Solventes ecológicos. Substitui o diclorometano. Substitui o cloreto de metileno. Substitui Ch2 Cl2. Substitui CMR. Substitui acetona. Substitui acetona. Substitui NMP. Solvente para poliuretanos. Solventes para epóxi. Solvente poliéster. Solvente colas. Solvente tintas. Solvente resinas. Solventes verniz. Solventes elastómeros

 

 

Solventes de limpeza poliésteres

Fabrico e implementação

 

iBiotec® FAST CLEAN ORANGE 100

solvente para fabricantes de resinas

NÃO INFLAMÁVEL, SEM COV

FORTE PODER DE DECANTAÇÃO

RECICLÁVEL, REUTILIZÁVEL

SEM HALOGÉNEO E ENXOFRE

ALTERNATIVA ao NMP e à NEP (CMR)

 

iBiotec® FAST CLEAN ORANGE 34

solvente para utilizadores de resinas

BAIXA INFLAMABILIDADE

FORTE VELOCIDADE DE EVAPORAÇÃO

RECICLÁVEL, REUTILIZÁVEL

SEM HALOGÉNEO E ENXOFRE

ALTERNATIVA À ACETONA E À MEK

REDUÇÃO DO CONSUMO

 

 

Consulte as fichas técnicas na parte inferior da página

 

 

 

 

As resinas de poliéster são amplamente utilizadas em função das suas utilizações e da sua implementação.

Os poliésteres insaturados UP ou UPR são utilizados em várias famílias, sendo as mais comuns:

Homopolímeros alifáticos PGA   PLA   PGL    PCL     PHA    PHB

Copoliésteres alifáticos PEA  PBS

Copoliésteres semiaromáticos FBT PTT PEN (PET e PEC termoplásticos saturados)

Homo e copoliésteres aromáticos Poliacrilatos

As resinas de vinil, às vezes chamadas de "resinas híbridas de poliéster-epóxi", têm frequentemente aplicações idênticas às dos poliésteres.

O destino dessas resinas é muito amplo:

Para compósitos

resinas para estratificação

para equipamentos automóveis

para moldes

para revestimento (encapsulamento)

multiusos

para compressão SML (sheet molding compound)

para injeção BMC (bulk molding compound)

para injeção MMC (mineral moulding compound)

para CIC (continuous impregnated compound)

para atividades marinhas - estratificação e Top coating (gel coats)

Para o revestimento

Sob primários de revestimento, vernizes, lacagem, tintas, colas...

Tintas de revestimento, lacas, vernizes...

No domínio dos compósitos, os métodos de implementação são os seguintes:

Molde de contacto (rolos debulhadores)

Projeção simultânea

Injeção de baixa pressão (transferência de resina RTM)

Moldagem a vácuo, por infusão, em forno

Por enrolamento filamentar

Por máquinas de compressão SMC ou BMC

A limpeza de pilotos de fabrico, ferramentas de implementação, ambiente da máquina, máquinas ou vestígios residuais frescos exige sempre a utilização de solventes.

Nota: se a Diretiva Europeia sobre Compostos Orgânicos Voláteis (COV) foi contestada pela sua aplicabilidade pela indústria de plásticos reforçados com fibra (Fiber Reinforced Plastics, FRP) relativamente à terminologia da estratificação da madeira e do plástico (com base nas emissões de estireno: monómero reativo, em que o poliéster insaturado é dissolvido, mas que copolimeriza com os sítios reativos de cadeias de poliéster insaturado, para formar um sólido tridimensional, que é referido como plástico termoendurecível), o quadro regulamentar da utilização de solventes de limpeza não pode ser questionável.

Os critérios e necessidades relacionados com a utilização de solventes de limpeza para poliésteres insaturados são diferentes se se tratar de :

UNIDADES DE PRODUÇÃO DE RESINAS

Por norma, ICPE, abrangidas pela Diretiva IED, o estabelecimento de um PGS, a limitação de emissões de COV, o controlo e a reciclagem de resíduos industriais. Os solventes utilizados devem ter um tempo de dissolução rápido ao limpar cubas, reatores, misturadores entre 2 lotes, se não houver sequenciamento, ou durante purgas de sistemas de canalização ou enchimento. Essa limpeza deve ser ainda mais avançada quando o fabrico de um endurecedor segue o de uma resina, no mesmo piloto.

Os solventes típicos, n-metilpirrolidona (NMP), n-etilpirrolidona (NEP) e gama-butirolactona (BLO), dão bons resultados, mas são classificados como CMR (carcinogénicos, mutagénicos, reprotóxicos).

UNIDADES ou OFICINAS PARA IMPLEMENTAÇÃO, APLICADORES, UTILIZADORES,

Resinas de poliéster, aplicadores, utilizadores

Neste caso, a acetona é utilizada com muita frequência. Ao contrário das necessidades dos produtores, a implementação requer a mistura de uma resina e um endurecedor. O tempo operacional de limpeza deve ser igual ao tempo de gel TECAM endurecido de utilização da mistura).

A acetona, se armazenada ou utilizada, com mais de 1 tonelada, entra no campo SEVESO III e deve ser objeto de declaração ou pedido de autorização à DREAL (Inspeção de estabelecimentos classificados). As obrigações regulamentares tornam-se assim as mesmas em termos da diretiva IED e do estabelecimento de um PGS (plano de gestão de solventes).

A acetona, além do seu caráter muito inflamável CAT 2, não deixa de representar perigo no plano tóxico

Ver INRS Ficha Tóxica n.º 3, acetona caso 67 641 revisão abril 2016

  • Ponto de inflamação Cat 2 altamente inflamável -18°C recipiente fechado
  • Irritante, irritação da pele e membranas mucosas, danos oculares graves, cat. 2
  • Em caso de forte exposição, depressão do sistema nervoso
  • Efeitos neurológicos, dor de cabeça, vertigem, comas em certos casos convulsivos
  • Efeitos digestivos, náuseas, vómitos, hematémese
  • Toxicidade específica para certos órgãos-alvo
  • Efeitos narcóticos cat. 3
  • Art 4412-149 do Código do Trabalho VLEP

VLE OBRIGATÓRIO      VME 500 ppm  VLCT 1000 ppm

 

 

FICHA TÉCNICA

iBiotec® FAST CLEAN ORANGE 100

solvente para fabricantes de resinas

 

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS E QUÍMICAS TÍPICAS

CARACTERÍSTICAS

  NORMAS

VALORES

UNIDADES

Aparência

  Visual

Límpido

-

Cor

  Visual

Amarelo

-

Odor

  Olfativo

Ligeiro, laranja

-

Densidade a 25°C

  NF EN ISO 12185

1,012

kg/m3

Índice de refração

  ISO 5661

1,4380

-

Ponto de congelação

  ISO 3016

-15

°C

Solubilidade em água

  -

0

%

Viscosidade cinemática a 40°C

  NF EN 3104

2,3

mm²/s

Índice de acidez

  EN 14104

< 1

mg(KOH)/g

Índice de iodo

  NF EN 14111

0

gI2/100 g

Teor de água

  NF ISO 6296

< 0,001

%

Resíduo após evaporação

  NF T 30-084

0

%

CARACTERÍSTICAS DE DESEMPENHO

CARACTERÍSTICAS

  NORMAS

VALORES

UNIDADES

Índice KB

  ASTM D 1133

> 200

-

Velocidade de evaporação

  -

> 3

horas

Tensão superficial a 20°C

  ISO 6295

34,5

Dina/cm

Corrosão lâmina de cobre 100h a 40°C

  ISO 2160

1a

Cotação

Ponto de anilina

  ISO 2977

nm

°C

CARACTERÍSTICAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS

CARACTERÍSTICAS

  NORMAS

VALORES

UNIDADES

Ponto de inflamação (vaso fechado)

NF EN 22719

> 100

°C

Ponto de autoignição

  ASTM E 659

> 200

°C

Limite inferior de explosividade

  NF EN 1839

0,9

% (volume)

Limite superior de explosividade

  NF EN 1839

8,7

% (volume)

Teor de substâncias explosivas, comburentes, inflamáveis, muito ou extremamente inflamáveis ​

  Regulamento CLP

0

%

CARACTERÍSTICAS TOXICOLÓGICAS

CARACTERÍSTICAS

  NORMAS

VALORES

UNIDADES

Índice de anisidina

  NF ISO 6885

< 3

-

Índice de peróxido

  NF ISO 3960

nm

meq(O2)/kg

TOTOX (índice de anisidina + 2x índice de peróxido)

  -

nm

-

Teor de substâncias CMR, irritantes, corrosivas

  Regulamento CLP

0

%

Teor de metanol residual resultante da transesterificação

  GC-MS

0

%

Emissões de compostos perigosos, CMR, irritantes, corrosivos a 100°C.

  GC-MS

nm

%

CARACTERÍSTICAS AMBIENTAIS

CARACTERÍSTICAS

  NORMAS

VALORES

UNIDADES

Perigoso para a água

WGK Alemanha

1

sem perigo para a água

classe

Biodegradabilidade primária CEC 21 dias a 25°C

L 33 T82

> 80

%

Biodegradabilidade fácil OCDE 301 A em 28 dias

Eliminação do COD

ISO 7827

> 80

%

Biodegradabilidade fácil e final OCDE 301 D em 28 dias

Biodegradação em 67 dias

MITI modificado

nm

 

 

 

FICHA TÉCNICA

iBiotec® FAST CLEAN ORANGE 34

solvente para utilizadores de resinas

 

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS E QUÍMICAS TÍPICAS

CARACTERÍSTICAS

  NORMAS

VALORES

UNIDADES

Aparência

  Visual

Límpido

-

Cor

  Visual

Incolor

-

Odor

  Olfativo

Ligeiro, laranja

-

Densidade a 25°C

  NF EN ISO 12185

926

kg/m3

Índice de refração

  ISO 5661

1,4010

-

Ponto de congelação

  ISO 3016

-25

°C

Solubilidade em água

  -

> 80

%

Viscosidade cinemática a 40°C

  NF EN 3104

1,2

mm²/s

Índice de acidez

  EN 14104

< 1

mg(KOH)/g

Índice de iodo

  NF EN 14111

0

gI2/100 g

Teor de água

  NF ISO 6296

< 0,1

%

Resíduo após evaporação

  NF T 30-084

0

%

CARACTERÍSTICAS DE DESEMPENHO

CARACTERÍSTICAS

  NORMAS

VALORES

UNIDADES

Índice KB

  ASTM D 1133

> 150

-

Velocidade de evaporação

  -

8

minutos

Tensão superficial a 20°C

  ISO 6295

29,0

Dina/cm

Corrosão lâmina de cobre 100h a 40°C

  ISO 2160

1a

Cotação

Ponto de anilina

  ISO 2977

nm

°C

CARACTERÍSTICAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS

CARACTERÍSTICAS

  NORMAS

VALORES

UNIDADES

Ponto de inflamação (vaso fechado)

NF EN 22719

34

°C

Ponto de autoignição

  ASTM E 659

> 200

°C

Limite inferior de explosividade

  NF EN 1839

1,5

% (volume)

Limite superior de explosividade

  NF EN 1839

14,0

% (volume)

CARACTERÍSTICAS TOXICOLÓGICAS

CARACTERÍSTICAS

  NORMAS

VALORES

UNIDADES

Índice de anisidina

  NF ISO 6885

< 3

-

Índice de peróxido

  NF ISO 3960

nm

meq(O2)/kg

TOTOX (índice de anisidina + 2x índice de peróxido)

  -

nm

-

Teor de substâncias CMR, irritantes, corrosivas

  Regulamento CLP

0

%

Teor de metanol residual resultante da transesterificação

  GC-MS

0

%

CARACTERÍSTICAS AMBIENTAIS

CARACTERÍSTICAS

  NORMAS

VALORES

UNIDADES

Perigoso para a água

WGK Alemanha

1

sem perigo para a água

classe

Biodegradabilidade primária CEC 21 dias a 25°C

L 33 T82

> 70

%

Biodegradabilidade fácil OCDE 301 A em 28 dias

Eliminação do COD

ISO 7827

> 70

%

Biodegradabilidade fácil e final OCDE 301 D em 28 dias

Biodegradação em 67 dias

MITI modificado

72

 

 

APRESENTAÇÕES

 

 

Lata 20 L

 

 

Solventes de segurança para a limpeza de resinas de poliéster, epóxis, poliuretanos e compósitos. substitui NMP, NEP, acetona, cloreto de metileno. Que solvente de segurança escolher? Para a dissolução de compósitos, matrizes de poliésteres, UPR, híbridos, epóxis, poliuretanos Ibiotec formulador e fabricante de solventes técnicos. solvente de resina, solvente composto, solvente de poliéster, agente de limpeza de resina, agente de limpeza de poliéster, agente de limpeza de compósitos. Solventes novos. Solvente novo. Solventes ecológicos. Substitui o diclorometano. Substitui o cloreto de metileno. Substitui Ch2 Cl2. Substitui CMR. Substitui acetona. Substitui acetona. Substitui NMP. Solvente para poliuretanos. Solventes para epóxi. Solvente poliéster. Solvente colas. Solvente tintas. Solvente resinas. Solventes verniz. Solventes elastómeros

 

Barril 200 L

 

 

Solventes de segurança para a limpeza de resinas de poliéster, epóxis, poliuretanos e compósitos. substitui NMP, NEP, acetona, cloreto de metileno. Que solvente de segurança escolher? Para a dissolução de compósitos, matrizes de poliésteres, UPR, híbridos, epóxis, poliuretanos Ibiotec formulador e fabricante de solventes técnicos. solvente de resina, solvente composto, solvente de poliéster, agente de limpeza de resina, agente de limpeza de poliéster, agente de limpeza de compósitos. Solventes novos. Solvente novo. Solventes ecológicos. Substitui o diclorometano. Substitui o cloreto de metileno. Substitui Ch2 Cl2. Substitui CMR. Substitui acetona. Substitui acetona. Substitui NMP. Solvente para poliuretanos. Solventes para epóxi. Solvente poliéster. Solvente colas. Solvente tintas. Solvente resinas. Solventes verniz. Solventes elastómeros

 

Recipiente GRV 1000 L

 

 

Solventes de segurança para a limpeza de resinas de poliéster, epóxis, poliuretanos e compósitos. substitui NMP, NEP, acetona, cloreto de metileno. Que solvente de segurança escolher? Para a dissolução de compósitos, matrizes de poliésteres, UPR, híbridos, epóxis, poliuretanos Ibiotec formulador e fabricante de solventes técnicos. solvente de resina, solvente composto, solvente de poliéster, agente de limpeza de resina, agente de limpeza de poliéster, agente de limpeza de compósitos. Solventes novos. Solvente novo. Solventes ecológicos. Substitui o diclorometano. Substitui o cloreto de metileno. Substitui Ch2 Cl2. Substitui CMR. Substitui acetona. Substitui acetona. Substitui NMP. Solvente para poliuretanos. Solventes para epóxi. Solvente poliéster. Solvente colas. Solvente tintas. Solvente resinas. Solventes verniz. Solventes elastómeros

 

iBiotec® FAST CLEAN ORANGE 100

solvente para fabricantes de resinas

 

 

Solventes de segurança para a limpeza de resinas de poliéster, epóxis, poliuretanos e compósitos. substitui NMP, NEP, acetona, cloreto de metileno. Que solvente de segurança escolher? Para a dissolução de compósitos, matrizes de poliésteres, UPR, híbridos, epóxis, poliuretanos Ibiotec formulador e fabricante de solventes técnicos. solvente de resina, solvente composto, solvente de poliéster, agente de limpeza de resina, agente de limpeza de poliéster, agente de limpeza de compósitos. Solventes novos. Solvente novo. Solventes ecológicos. Substitui o diclorometano. Substitui o cloreto de metileno. Substitui Ch2 Cl2. Substitui CMR. Substitui acetona. Substitui acetona. Substitui NMP. Solvente para poliuretanos. Solventes para epóxi. Solvente poliéster. Solvente colas. Solvente tintas. Solvente resinas. Solventes verniz. Solventes elastómeros 

Lavagem de cubas de fabrico entre lotes

 

Solventes de segurança para a limpeza de resinas de poliéster, epóxis, poliuretanos e compósitos. substitui NMP, NEP, acetona, cloreto de metileno. Que solvente de segurança escolher? Para a dissolução de compósitos, matrizes de poliésteres, UPR, híbridos, epóxis, poliuretanos Ibiotec formulador e fabricante de solventes técnicos. solvente de resina, solvente composto, solvente de poliéster, agente de limpeza de resina, agente de limpeza de poliéster, agente de limpeza de compósitos. Solventes novos. Solvente novo. Solventes ecológicos. Substitui o diclorometano. Substitui o cloreto de metileno. Substitui Ch2 Cl2. Substitui CMR. Substitui acetona. Substitui acetona. Substitui NMP. Solvente para poliuretanos. Solventes para epóxi. Solvente poliéster. Solvente colas. Solvente tintas. Solvente resinas. Solventes verniz. Solventes elastómeros 

 Enxaguamento de unidades de fabrico

 

Solventes de segurança para a limpeza de resinas de poliéster, epóxis, poliuretanos e compósitos. substitui NMP, NEP, acetona, cloreto de metileno. Que solvente de segurança escolher? Para a dissolução de compósitos, matrizes de poliésteres, UPR, híbridos, epóxis, poliuretanos Ibiotec formulador e fabricante de solventes técnicos. solvente de resina, solvente composto, solvente de poliéster, agente de limpeza de resina, agente de limpeza de poliéster, agente de limpeza de compósitos. Solventes novos. Solvente novo. Solventes ecológicos. Substitui o diclorometano. Substitui o cloreto de metileno. Substitui Ch2 Cl2. Substitui CMR. Substitui acetona. Substitui acetona. Substitui NMP. Solvente para poliuretanos. Solventes para epóxi. Solvente poliéster. Solvente colas. Solvente tintas. Solvente resinas. Solventes verniz. Solventes elastómeros

Purga de canos

 

 

 

iBiotec® FAST CLEAN ORANGE 34

solvente para utilizadores de resinas

 

Solventes de segurança para a limpeza de resinas de poliéster, epóxis, poliuretanos e compósitos. substitui NMP, NEP, acetona, cloreto de metileno. Que solvente de segurança escolher? Para a dissolução de compósitos, matrizes de poliésteres, UPR, híbridos, epóxis, poliuretanos Ibiotec formulador e fabricante de solventes técnicos. solvente de resina, solvente composto, solvente de poliéster, agente de limpeza de resina, agente de limpeza de poliéster, agente de limpeza de compósitos. Solventes novos. Solvente novo. Solventes ecológicos. Substitui o diclorometano. Substitui o cloreto de metileno. Substitui Ch2 Cl2. Substitui CMR. Substitui acetona. Substitui acetona. Substitui NMP. Solvente para poliuretanos. Solventes para epóxi. Solvente poliéster. Solvente colas. Solvente tintas. Solvente resinas. Solventes verniz. Solventes elastómeros

Limpeza de ferramentas de aplicação, debulhadoras, em estratificação

 

Solventes de segurança para a limpeza de resinas de poliéster, epóxis, poliuretanos e compósitos. substitui NMP, NEP, acetona, cloreto de metileno. Que solvente de segurança escolher? Para a dissolução de compósitos, matrizes de poliésteres, UPR, híbridos, epóxis, poliuretanos Ibiotec formulador e fabricante de solventes técnicos. solvente de resina, solvente composto, solvente de poliéster, agente de limpeza de resina, agente de limpeza de poliéster, agente de limpeza de compósitos. Solventes novos. Solvente novo. Solventes ecológicos. Substitui o diclorometano. Substitui o cloreto de metileno. Substitui Ch2 Cl2. Substitui CMR. Substitui acetona. Substitui acetona. Substitui NMP. Solvente para poliuretanos. Solventes para epóxi. Solvente poliéster. Solvente colas. Solvente tintas. Solvente resinas. Solventes verniz. Solventes elastómeros

Limpeza de materiais de aplicação de gel coat poliéster ou epóxi

na construção naval ou em reparação em obras

 

 

 

 Transferir a ficha técnica

clicando na hiperligação abaixo

FT MATRIZES POLIÉSTERES.pdf

 

Procura outro produto?

Descubra toda a nossa gama clicando na fotografia

 

Solventes de segurança para a limpeza de resinas de poliéster, epóxis, poliuretanos e compósitos. substitui NMP, NEP, acetona, cloreto de metileno. Que solvente de segurança escolher? Para a dissolução de compósitos, matrizes de poliésteres, UPR, híbridos, epóxis, poliuretanos Ibiotec formulador e fabricante de solventes técnicos. solvente de resina, solvente composto, solvente de poliéster, agente de limpeza de resina, agente de limpeza de poliéster, agente de limpeza de compósitos. Solventes novos. Solvente novo. Solventes ecológicos. Substitui o diclorometano. Substitui o cloreto de metileno. Substitui Ch2 Cl2. Substitui CMR. Substitui acetona. Substitui acetona. Substitui NMP. Solvente para poliuretanos. Solventes para epóxi. Solvente poliéster. Solvente colas. Solvente tintas. Solvente resinas. Solventes verniz. Solventes elastómeros

 

Fabrico, lubrificação, limpeza, proteção, a

IBiotec® Tec Industries® Service 

oferece uma vasta gama de produtos reservados à área industrial

 


 

 Se pretender:

 

 Amostras grátis
Aconselhamento técnico
Fichas de dados de produtos
Fichas de dados de segurança

 

-  Contacte-nos -

 


IBiotec® Tec Industries®Service


fabricante de produtos químicos técnicos. 
Bem-vindo ao nosso site.



IBiotec® Tec Industries®Service está no: YOUTUBE